Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O cheiro dos lençois

autoria de Bruno C. da Cruz, em 13.01.05

Vou-me transformar em odor e esconder-me em casa dele, talvez no quarto! Melhor! Vou-me esconder na cama, no meio dos lençois! Vou ficar lá perdida ate ele me encontrar. Ele vai abrir a porta. Vai tirar o casaco e atirá-lo para cima do sofá preto. Põe Both sides now da Joni Mitchell a tocar, enquanto bebe a àgua gelada que tinha ido buscar ao frigorífico. Lembra-se de mim enquanto canta e é então que vem à minha procura. Deambula pela casa à procura de uma recordação minha que sabe que não vai encontrar nas muitas fotografias espalhadas pela casa. Pára na sala e suspira. O suspiro tranforma-se em grito O grito chama pelo meu nome. Ele sabe que eu não vou ouvir e atira o copo contra a parede. O copo parte-se em pedaços mudos, abafados pela música que se repete pela 3ª vez. Caminha de olhos humidos até ao quarto e deixa-se cair na cama, onde me encontra perdida no cheiro dos lençois.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 03:30


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.01.2005 às 18:14

P/ Sara: ah é uma honra para mim fazer lembrar o grande mestre Fernando Pessoa!!! o rapaz que pensava que o mundo era redondo
(http://oblogdorapaz.blogs.sapo.pt)
(mailto:m@pt.pt)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog