Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Sim, foste embora

autoria de Bruno C. da Cruz, em 11.03.05

Sim, chovia e estava frio.

Mesmo assim foste embora,
deixando que a chuva e o frio
tomassem conta de mim.
Sim, era noite e não havia lua.
Mesmo assim foste embora,
deixando que a noite sem lua
fosse uma recordação escura
da tua partida.
Sim, era tarde e todos dormiam.
Mesmo assim foste embora,
acordando em mim a dor
de te perder.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:53


49 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.03.2005 às 10:49

Uma vez disse a alguém: às vezes perdermos algo/alguém não tem necessariamente que ser mau, passamos a ter a oportunidade de encontrar outro algo/alguém.
Não deixa de ser verdade, mas não deixa de doer também... E apesar da vida ser um ciclo, quando uns vão outros vêm, nem tudo acontece ao ritmo ou da forma que nós gostavamos que acontecesse.
Não sei, mas acho que a tua escrita tem muito da tua vivência, não é só fruto da tua imaginação. É forte demais, é sentida demais, é linda demais...
Já agora, também eu ando viciada com My Explanation - EZspecial.
Obrigado Claúdio por tantos momentos bonitos!Lurdes
</a>
(mailto:maria_lurdes_martins@yahoo.com.br)

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog