Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Crónica de um louco sentimental - Dentro de mim

autoria de Bruno C. da Cruz, em 25.03.05

 

 

Eu hoje quase que podia deixar que a música falasse por mim, tomasse conta de mim e ficasse dentro de mim. Mas o espaço que tu ainda ocupas não o permite. Não há espaço para mais nada aqui dentro de mim.

Tu ocupas-me os frascos da memória. Estás sempre pronta a encher mais um quando algum se esvazia, quando algum perde o prazo de validade, ou quando na fúria das lembranças os parto a todos.

Ocupas-me os sonhos. Entraste nesse mundo onde agora só tu reinas. Teces-me os sonhos ao belo prazer das tuas vontades e prendes-me à tela que os passa numa versão a preto a branco.

Navegas-me no sangue. Vais num barco de papel tingido pela minha dor e infectas-me todas as veias com o néctar da tua presença.

Moras-me nas mãos que agora não te alcançam e que se fecham sempre com a memória dos teus dedos entrelaçados nos meus.

Vives no meu coração. Sempre viveste, desde o dia que te convidei para ficares dentro de mim. Dormes em todos os quartos, bombeando lágrimas em vez de sangue.

Vai-te embora daqui, de dentro de mim...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07


41 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 18:24

Um texto intenso. As palavras correm em ti, como um rio... Gostei. Deixo-te um abraço ;-)Menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_marota@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 17:17

P/ Azorboy: obrigado! Abraçoo rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 17:16

P/ Sra das Estrelas: com k entao eu escolho a banda sonora para te acompanhar no trabalho ;-) ainda bem k gostas! Bjs o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 17:15

P/ Luciana Freitas: espero entao k um dia essa pessoa um dia te obedeça e se vá embora de dentro de ti ;-) Obrigado eu! Bjso rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 17:14

P/ BlogGay: obrigado!o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 17:13

P/ UmEco: n podia deixar de continuar...o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 17:02

adorei o teu texto...mt bem escrito...adorei...abraçosAzorboy
(http://livretransito.blogs.sapo.pt)
(mailto:Marco_Azor@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 15:36

É realmente impossível deixar de te ler. As tuas palavras são familiares, não escritas, mas sentidas por todos os que passam e voltarão aqui.
A música é especial. Como sempre e como todas. Às vezes, quando trabalho no pc, o teu blog é o meu ambiente musical...
Lindo este post. Lindo.Lindo.Senhora das Estrelas
</a>
(mailto:senhoradasestrelas@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 10:55

"Vai-te embora daqui, de dentro de mim...", como eu te entendo...as vezes que penso nisso, são as vezes que me fornecem cada vez mais forças para vacilhar...e querer tudo...esquecer tudo e apoderar-me de tudo...do sol, da lua, da folha que cai lentamente da árvore, que cobre o chão vezes sem conta, querer contar essas vezes...e tentar fazer os cálculos de todos os trajectos da folha, como se solucionassem a minha angústia...isto é tudo tão estranho, tão implícito, quase irreal, que o que referes no teu texto é para mim quase uma quimera, pelas tuas palavras chego à essência da minha realidade, talvez me ajudo a encontrar...
Obrigado...
Luciana Freitas
</a>
(mailto:sofialuciana_3@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.03.2005 às 04:25

Só para dizer que "linkei" o teu Blog ao meu: http://bloggay.blogs.sapo.ptBlogGay
(http://bloggay.blogs.sapo.pt)
(mailto:bloggay@sapo.pt)

Comentar post





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog