Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Chuva no meu telhado

autoria de Bruno C. da Cruz, em 26.06.05

 

Cai aqui no meu telhado,
anda lá chuva vadia.
Lava-o bem, não tenhas pena,
cai em cima dele bem fria.
Pingo cai, pingo desce
e o pó salta do telhado.
Cai com força, cai sem medo,
Lava-o bem de manhã cedo.
Chuva lava, chuva passa,
e fica limpo o meu telhado.
Brilha o sol e aquece as telhas
do telhado ainda molhado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:14


11 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.07.2005 às 22:42

quando entro aqui,vislumbro o meu estado de espirito descrito num texto teu:)gosto das tuas palavras,de cada linha,frase,na realidade absorvo-as,como se assim me sentisse cheia,pronto a descrever o que sinto mas,depois de as ler devolvo tas,sem nenhum risco,com o mesmo brilho imaculado e, agradeço te pelo bem que provocaram em mim.
dias amenos neste fim de semana,
abraçomarta
(http://www.perdidanaimensidao.blogspot.com)
(mailto:marta7_345@hotmail.com)

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog