Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Ausente

autoria de Bruno C. da Cruz, em 31.08.08

 A ausência magoa

como pó que nos entra nos olhos,
dificultando a visão pelo peso das lágrimas.
Magoa como estômago vazio com fome,
sem que qualquer coisa que se coma
chegue para matar a falta.
Magoa como garganta seca de tanto gritar,
sem que qualquer gota de água
chegue para nos calar.
A ausência magoa.
 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:12


8 comentários

Sem imagem de perfil

De Bia a 08.09.2008 às 21:30

Eu Suuuuuuuuuuper senti. Eu não sei escrever as coisas do coração como vc faz, daí venho aqui para entender o que eu sinto por meio das suas palavras... Some mais não, moço!

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog