Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Prazer

autoria de Bruno C. da Cruz, em 12.10.04

Queria estar ao teu lado

agora e apertar bem forte
o teu corpo contra o meu…
O meu corpo preso no teu…
Os nossos corpos fundidos…
Os nossos corpos unidos…
Corpos que se juntam
à procura do prazer.
Corpos que se olham
e que se molham…

Queria ser dono dessa cena
de prazer explicito, inventar
uma posição nova para a teia
do poema que cresce no meio
do desejo de te ter colada a mim.
Queria abafar o teu grito
de prazer com o meu e esconder
a tua boca na minha…
A minha boca presa à tua…
O nascer de um beijo
nos lábios que se comem…
Lábios que se encostam
e que se molham…

Queria encenar esta cena
contigo, no meu quarto
habitado por frases poéticas.
Queria ver as tuas forças
dissiparem-se à medida
que o teu prazer aumenta…
Que o meu prazer aumenta…
Que o nosso prazer acaba…
Ver o meu prazer, que aumenta
quando o poema acaba…
Quando acabo um poema.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:29


56 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.10.2004 às 21:05

P/ Lunyta: lolol n exageres pá!!! Aproveitado até à exaustão??? eu??? eu n sou escravo :P fim à escravatura JÀ!!! lolol Obrigado mais uma vez ;) ****o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog