Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Repito a cantiga

autoria de Bruno C. da Cruz, em 13.12.04

Arranco a minha voz, a esta 

garganta seca, para te gritar
que o meu coração não aguenta
viver sem a metade que o alimenta
e que tu levaste contigo sem saberes.
Grito juntamente com o silêncio,
porque não gosto de gritar sozinho,
e chamo por ti bem baixinho
para que voltes e tragas contigo
o que roubaste do meu coração.
Agarro-me à solidão dos meus dias,
com a metade que ainda me resta,
e canto com o vento em notas trocadas.
Repito a cantiga de olhos fechados
e peço ao meu peito que se feche
e que aprenda a viver sem ti.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:47


22 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.12.2004 às 18:50

Aprender a viver sem ti, teria de o reaprender todos os dias.
Não sei viver sem ti, não desapareças.
Amei o que escreveste, rapaz.wearetwo
(http://longedamultidao.blogspot.com)
(mailto:deanie_lms@yahoo.com.br)

Comentar post




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog