Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Crónica de um louco sentimental - Crise existencial

autoria de Bruno C. da Cruz, em 13.02.05

 

Se não vens não preciso sorrir, nem abrir os olhos e ver que não estás. Não preciso estender os braços e abraçar o vazio, nem abrir as mãos para não sentir a tua pele. Não preciso respirar porque sem o teu cheiro o meu ar fica pobre. Não preciso sequer acordar porque sem ti não consigo adormecer. Se não estás eu não estou também, nem mesmo me encontro se não te consigo encontrar. Não preciso falar porque não tenho quem eu quero para me ouvir. Não preciso sorrir porque me faltas tu para me alegrar. Se não voltas não preciso voltar a andar porque não tenho para onde ir. Não preciso fazer planos se não tenho um caminho para percorrer. Não preciso existir se não dás sentido à minha existência. Não preciso ser feliz porque faltas tu para me completar... Não preciso sequer viver se não estás aqui para me amar.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:29


35 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.02.2005 às 17:13

P/ Pedro: continuo à espera de ser surpreendido ;-)o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.02.2005 às 17:12

P/ amadorjp: estas longe de estar sozinho... a lista é bem grande ;-)o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.02.2005 às 17:11

P/ menina_marota: sim, faz parte ;-)o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.02.2005 às 10:49

Todos nós temos essas crises,e como me disseram há muito tempo atrás "temos que alargar os nossos horizontes",quando menos esperarmos poderemos ser surpreendidos pela positiva.
Abraço.
PedroPedro
(http://coisasdodia.blogs.sapo.pt)
(mailto:pedromiguel.74@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.02.2005 às 12:31

Parece q afinal não estou sozinho no mundo. Parece que alguém sente aquilo que eu sinto. Parece que afinal há mais loucos como eu a viver o amor demais! Somos poucos e estamos quase todos a sofrer por ser mos assim. O amor é algo demasiado complicado para ser vvido da maneira que o vivemos, mas de que seria o amor se não sofressemos por ele? Não teria valor nenhum! Um abraço!amadorjp
(http://p3nsam3ntos.blogs.sapo.pt)
(mailto:amadorjp@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.02.2005 às 12:53

Todos nós temos momentos desses... quando deixarmos de os ter, deixamos de existir...Menina_marota
(http://eternamentemenina.blogs.sapo.pt/)
(mailto:Menina_marota@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2005 às 00:19

P/ tounalua: a loucura tem tto k se lhe diga ;-) viva a ela! o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 17.02.2005 às 00:18

P/ tonto: lol vou-te contratar como meu advogado de defesa :-Po rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.02.2005 às 07:21

As razões da não existência que assaltam todos os loucos que se apaixonam... ;)tounalua
(http://tounalua.blogspot.com)
(mailto:tounalua@iol.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.02.2005 às 00:07

Concordo com a Euzinha! Obrigado por seres tu e por escreveres poesia da maneira k te apetece!!! É por seres tão verdadeiro e genuino k marcas a diferença! e mais n digo!o tonto
</a>
(mailto:tontogil@hotmail.com)

Comentar post


Pág. 1/4




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog