Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Tu

autoria de Bruno C. da Cruz, em 20.02.05

 

És a fase da lua que falta

no calendário todos os meses
para o ano estar em alta.
És um poema esquecido
na mesa de um velho amargurado
à espera de ser lido.
És som que não saiu
de nenhum instrumento.
És barulho que ninguém ouviu.
És uma estrela que tropeçou
e caiu do firmamento.
És o meu dia de sol
mesmo quando sopra vento
e a chuva cai no meu cais.
És um pouco disto, mesmo que isto
pareça simples de mais para ti...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:50


51 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.03.2005 às 22:35

Li o teu "enorme" texto, como te referes, permite-me q faça apenas uns modestos comentarios.Ao ler todas as palavras q utilizaste para contares esta encantadora história, fez-me estar atenta, fizeste-me sorrir e recordar alguns dos momentos do percurso das nossas vidas, momentos esses q sao tao importantes q nos marcam para a vida toda e q mais tarde sao o nosso reflexo do passado. Acabaste por ser um preveligiado pq tens um dom de comunicares, de encantares, de enrraiveceres, de invejares...mas tb com q algumas das pessoas se encontrem nas tuas palavras. Deliciei-me com a parte em q comentas em q estas no cafe e imaginas o personagem do teu romance, ali mm ao teu lado...a tua atitude perante os comentarios q te fizeram, penso q é a correta, sê como és, é por isso mm q fazes toda a diferença neste mundo(com uma tendencia, infelizmente, de uma agressividade gratuita).
Espero q nao pareça atrevimento da minha parte, é apenas uma opiniao.estupor.zinho
</a>
(mailto:silva_a33@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.02.2005 às 16:59

P/ Pedro: resta-me a esperança nas restantes ;-)o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 27.02.2005 às 10:41

O Poema é fantástico,para alumas mulheres tudo isto é muito simples e sem significado,mas para as restantes é o que procuram num homem,e são essas que valorizam este poema e a atitude de muitos homens.
Abraço.
PedroPedro
(http://coisasdodia.blogs.sapo.pt)
(mailto:pedromiguel.74@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.02.2005 às 00:05

P/ Pink, the Lady: obrigado :-) Jokaso rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.02.2005 às 23:32

Poema lindoooo, para variar :-)! Usas uma imagística magnífica para descreveres o sentir por alguém que é único para ti. Gostei imenso. Um beijo.Pink, the Lady
(http://hypnos.blogs.sapo.pt/)
(mailto:The_pink_lady@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.02.2005 às 18:51

P/ Ninagasol: oh eu é k agradeço as visitas e os teus comentarios :-) obrigado, bjso rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.02.2005 às 18:50

P/ aran_aran: acho k a simplicidade é natural qd se gosta :-) ou deveria ser ;-)o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:m@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.02.2005 às 18:49

P/ Joana: obrigado joana :-) bjso rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:mn@pt.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.02.2005 às 21:23

Fosse eu tudo isso... e alguém seria muito feliz. :)
Obrigada pelos momentos e sentimentos que me "ofereces" ao ler-te.
BeijoNinagasol
(http://thoughtsagainstfeelings.blogspot.com/)
(mailto:ninagasol@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.02.2005 às 21:58

Está maginifico! Os verdadeiros sentimentos, são sempre simples... adorei! :) beijinhosAran_aran
(http://capricornioemim.blogs.sapo.pt/)
(mailto:aran_aran@sapo.pt)

Comentar post


Pág. 1/6




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog