Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Crónica de um louco sentimental - Por não te ter...

autoria de Bruno C. da Cruz, em 13.04.05

 

É por não te ter que agora sei que te quero, e quando achava que não te queria era porque eu não sabia que afinal te tinha. É por não te ter que as músicas se vestem de ti e tocam bem dentro de mim, atirando as nossas lembranças ao ar, fazendo-me assim respirá-las de novo para me sentir perto de ti, agora que não estás aqui. É por não te ter que as minhas mãos agora transpiram, chorando assim a falta que a tua pele me faz. É por não te ter que agora copio para o papel as dores que tenho escritas nas feridas do peito.

Foi por te ter que aprendi a sofrer desta maneira, que me arranca a vida a pouco e pouco. Foi por te ter que me encontrei na pele de um louco. Foi por te ter que dei tudo por certo, quando na verdade já nem te tenho por perto. Foi por te ter que por momentos consegui ver que havia vida lá fora, que o sol brilhava e que o dia existia... É por não te ter que a minha vida morre cá dentro, o sol não mora mais aqui e os dias não passam por mim.

É por não te ter que hoje te digo que sinto a tua falta..

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:33


41 comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 31.10.2005 às 18:19

Só para dizer que gostei muito do teu blog, em especial deste post, pk me diz muito e me identifico bastante com ele.
Parabéns.
BeijinhsMe, myself and I
(http://www.lastwallpaper.blogspot.com)
(mailto:guidinha2005@aeiou.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 30.04.2005 às 14:52

"é por não te ter que as músicas se vestem de ti..." - lindo! É realmente bom quando conseguimos por em palavras aquilo que a alma não consegue dizer...
Parabéns, gostei muito de visitar este blog!
aleishaleish
(http://eyeswideshut.blogspot.com)
(mailto:karine_meneses@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.04.2005 às 22:27

estas crónicas de um louco só podiam ser escritas por um Sagitário... pq será que tudo em nós é exagero? às vezes gostava de sentir as coisas de forma tranquilamente morna e não sou capaz... que xatice!pandora
(http://pandora.blog.simplesnet.pt)
(mailto:pandora@simplesnet.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.04.2005 às 16:31

Sempre estas crónicas geniais, e esta música....perfeita!!nuno
(http://www.cem-ideias.blogspot.com)
(mailto:nuno.guima@io.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.04.2005 às 12:04

E é quando nos damos conta do que perdemos que sabemos o quanto amamos e o a falta que nos faz.
Infelizmente.

Bjitos e bom fim de semanaAnjo do Sol
(http://palavrasapenas.weblog.com.pt)
(mailto:anjo.do.sol@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.04.2005 às 11:24

E eu sinto a tua...que nunca mais me visitaste! Agora a sério....adorei o que li! Este post disse-me muito mesmo! Um beijinho grande e um xi apertadinho!Catarina
(http://ChamaOculta.blogs.sapo.pt)
(mailto:chamas_ocultas@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 15.04.2005 às 09:51

qualquer pessoa que tenha sofrido um desgosto forte, se reconhece nessas palavras, e fica a sonhar que lhe foram dirigidas, e que o mundo poderá voltar a sorrir.... Belas palavras. beijocasMorgana
(http://www.whattalife.blogs.sapo.pt)
(mailto:as2114532@sapo.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2005 às 18:00

P/ Maria: obrigado pela loucura do teu sorriso :-D o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2005 às 17:59

P/ 'Sara' e Ana: :-) pa vcs tb lolo rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 14.04.2005 às 17:59

P/ stillforty: n invejes... exprime-te á tua maneira! É a melhor maneira de o fazeres ;-) o rapaz que pensava que o mundo era redondo
</a>
(mailto:the_redheart@hotmail.com)

Comentar post


Pág. 1/5




Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog